TE008.2 -Terço KUAN YIN - pérolas

Pronta entrega

13 unidades disponíveis

  • Visa
  • Mastercard
  • HiperCard
  • American Express
  • Diners Club
  • Elo
  • Aura
  • Hiper
  • Discover
  • JCB
  • boleto

Japamala confeccionado com contas peroladas, abs e metal.

CORES: Pérola Natural ou Rosada ( rosa claro ).

Atenção: Foto meramente ilustrativa. Pode haver variações de tonalidade nas cores e/ou no formato e tamanho das contas.

Símbolos:


KUAN YIN (também conhecida como Quan Shi Yin, Guanyin ou Quan'Am no Vietnã, Kannon no Japão e Kanin em Bali ) é a Deusa budista da Compaixão, símbolo do amor incondicional e da Misericórdia Divina.
Seu nome significa "Aquela que que Ouve os Lamentos do Mundo".
Mesmo sendo um Bodhisattva, ou seja, um ser que atingiu a absoluta iluminação espiritual, podendo afastar-se dos mundos terrestres e viver apenas no mundo divino, Ela renunciou a esse direito e escolheu permanecer no mundo fenomenal trabalhando em favor dos seres vivos até que todos completem sua própria iluminação e se libertem do ciclo de sofrimento - nascimento, morte, e renascimento.
Kwan Yin é descrita em muitas formas e cada uma demonstra um aspecto sem igual da Sua compaixão e clemência. Ela freqüentemente é retratada como uma mulher em brancas roupas flutuantes levando na mão esquerda um lótus branco, símbolo de Sua pureza. Ela também pode ter ostensivos ornamentos que revelam a Sua grandeza de Bodhisattva, ou pode ser mostrada sem eles como um sinal da Sua renúncia e humildade. É retratada freqüentemente com uma criança nos braços ou com várias crianças ao redor, já que é considerada protetora dos pequeninos.
Também há imagens de Kwan Yin segurando um ramo de salgueiro, com o qual Ela borrifa o néctar divino de vida ou um vaso precioso que simboliza o néctar de compaixão e sabedoria.
Outros símbolos associados à Kuan Yin são :
Uma tigela de arroz como uma metáfora para fertilidade e alimento, um livro ou rolo de papel de orações que representa o dharma (ensinamento) do Buda e um rosário cujas contas representam todos os seres vivos .O dragão, um antigo símbolo de espiritualidade , sabedoria e poder divinos é um motivo comum encontrado em combinação com a Deusa de Clemência.
Kwan Yin seria a forma feminina de Avalokitesvara ,o Bodhisattva de Compaixão. A representação de um Bodhisattva como ambos, deusa e deus, não é incoerente com a doutrina budista. Para salvar os seres sensíveis, um Bodhisattva assumirá qualquer forma, seja masculina, feminina ou animal .
Como Avalokitesvara, Ela é mostrada freqüentemente tendo mil braços ou às vezes com um olho na palma de cada mão. Essa é o simbolismo para Sua onipresença: Ela vê ao mesmo tempo em toda as direções e tem consciência de todos os problemas da humanidade.
Popularmente, Ela é reverenciada como protetora das mulheres ( especialmente das mães e gestantes), das crianças, dos comerciantes, artesãos e marinheiros. Amada como uma figura materna e como mediadora divina , seria a Madona budista comparável à Virgem Maria.


JAPAMALA - Rosários são objetos sagrados para quase todas as religiões.
São usados para contar orações, mantras, recitações,etc.
O Japamala é o rosário hinduísta, posteriormente também adotado pelo budismo.
É composto de 27, 54 ou 108 contas, subdivididas em grupos de 27 e acrescidas de mais uma, chamada de Meru ou Conta Guru, que simboliza a Fonte Espiritual ou o Mestre.
No Budismo, as três contas um pouco maiores que subdividem os grupos de 27, representam as Três Jóias (Buda, Dharma e Sangha). Estas contas diferenciadas não são para serem contadas.
O número 108 é carregado de significados para as tradições religiosas orientais.
Seu simbolismo tem origem nas religiões Arianas primitivas e na civilização suméria, onde o número 108 estava relacionado com o calendário lunar e com a computação da extensão dos yugas, ou eras cósmicas.
No Budismo, é um número altamente auspicioso: são 108 o número de pessoas que alcançaram o Nirvana ou o Budato, mas que escolheram reencarnar na Terra para aliviar o sofrimento da humanidade. Estes são os 108 Bodisatvas.
As 108 contas também correspondem ao número dos desejos mundanos que um discípulo tem que subjugar.

Bibliografia:
O Rosário - Instrumento de espiritualidade...
(Catálogo da exposição 7 de Março a 31 de Outubro de 2004), Óbidos, Museu Paroquial, 2004.

  • Código do produto: DA805
  • Adicionado em: 27/09/2010