CH054.C - Chav. OM - MURANO c/ franja

Pronta entrega

47 unidades disponíveis

  • Visa
  • Mastercard
  • HiperCard
  • American Express
  • Diners Club
  • Elo
  • Aura
  • Hiper
  • Discover
  • JCB
  • boleto

Chaveiro em vidro Murano e Metal.

DISPONÍVEIS NAS CORES LILÁS E PRETO.

Símbolos:

OM - "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus.
Todas as coisas foram feitas por meio dele" (João 1:1-3).

De acordo com as tradições espirituais indianas , Deus primeiro criou o som, e destas freqüências de som veio o mundo fenomenal.
É dito que OM é o mais antigo e sagrado de todos os sons.
É a sílaba que precedeu o universo e da qual ele foi criado e que continua infinitamente permeando toda vida.
É a vibração cósmica que une os átomos do mundo e dos céus.
É o próprio som do Infinito.
Realmente o Upanishads dizem que AUM é Deus na forma de som e a palavra divina de mais alta vibração.
Assim, OM é a primeira parte dos mantras mais importante no Budismo e Hinduísmo e algumas fontes o equiparam ao Amém do Cristianismo.

Através de seu som e de sua forma, AUM simboliza o infinito brâmane (última realidade) :
A representa a Criação; U representa Preservação; M representa Destruição ou dissolução.
Isto é representativo da Trindade de Deus na tradição hindu ( Brahma, Vishnu e Shiva).

Analisando mais profundamente a forma escrita do OM ( AUM ), percebemos que ele é na verdade composto de três sílabas combinadas em uma.

Graficamente , o símbolo OM ( AUM ) consiste em três curvas, um semicírculo e um ponto.
A curva longa, mais baixa, representa o estado "desperto" e o mundo material, onde a consciência está voltada para fora através "dos portais dos sentidos".
O tamanho maior significa que este é o estado mais comum ( maioria ) da consciência humana.
A curva superior representa sono profundo ou o estado inconsciente, onde o indivíduo não tem nenhum desejo ou sonho.
Entre os dois, uma terceira curva denota o estado de sonho, o mundo de pensamentos, onde o indivíduo tem vislumbres ( visões ) do seu mundo interior.
Estes são os três estados da consciência de um indivíduo, e desde que o pensamento místico hindu acredita que a realidade manifestada deriva da consciência, então estas três curvas representam o fenômeno físico inteiro
Além destes três estados está o estado de liberação, representado pelo semicírculo e o ponto.
O ponto significa o quarto estado de consciência.
Neste estado não se olha nem para fora nem para dentro.
É o repouso absoluto, o silêncio indescritível, o "unir-se" de tudo que antes esteve separado, a extinção da dualidade, a existência relativa.
Este estado totalmente quieto, calmo e feliz é a última meta de toda a atividade espiritual.
Este estado Absoluto ilumina os outros três estados.
O estado incompleto do semicírculo significa infinidade, que o pensamento finito não pode alcançar de modo significativo.
O semi-círculo simboliza maya e separa o ponto das outras três curvas. Assim é a ilusão de maya que nos separa da realização deste estado mais alto de felicidade.
O semi-círculo é aberto no topo, e não toca o ponto. Isto significa que este estado mais alto não é afetado através de maya (ilusões do mundo fenomenal) .
Maya só afeta o fenômeno manifestado. E o resultado disto é impedir o buscador de alcançar a última meta , a realização do Um, do Imanifesto, do Princípio Absoluto.
Desta maneira, a forma de OM representa o Imanifesto e o manifesto, o Noumenon ( Não- criado) e o fenômeno (criado).

  • Código do produto: 19FE09
  • Adicionado em: 16/11/2011